quarta-feira, 15 de Janeiro de 2014

Crumble de maçã - Só porque é delicioso e rapido...

Ora então...crumble de maçã, bastante básico e toda a gente sabe fazer certo? Pois é verdade, mas ainda assim achei por bem vir relembrar porque é tão bom e tão rápido e fácil de fazer que vale sempre a pena.


Este é realmente rápido...

INGREDIENTES:

- 150g de manteiga bem fria cortada em cubinhos.

- 10 colheres de sopa de açúcar

- 12 colheres de sopa de farinha sem fermento.

- 4 colheres de sopa de aveia.

- 4 colheres de sopa de amêndoa (moída, picada, laminada...fica sempre bem) ou avelãs ( os frutos secos são
opcionais)

- 4 ou 5 maças grandes (do tipo que preferirem, eu usei Gala.

PREPARAÇÃO:

- Pré-aqueçam o forno a 200ºC.

- Descasquem as maçãs, cortem em pedaços pequenos ponham num recipiente de forno (ex. pirex) e reservem.

- Juntem os restantes ingredientes e misturem com a ponta dos dedos ate obter uma aparência tipo "migalhas de pão".

- Espalhem esta mistura sobre as maçãs de forma a cobrir tudo mas sem fazer pressão.

- Levem ao forno 25 minutos.

- Retirem e...comam quente ou frio, é sempre delicioso.



quarta-feira, 8 de Janeiro de 2014

Delicias de chocolate e caramelo... (melhor cortar em pedaços pequenos)

Mas que grande ausência! Eu sei, é imperdoável, mas... compreensível apesar de tudo, penso eu.
O inicio de carreira é um momento de afirmação e de consolidação. Implica um sacrifício acrescido na demonstração do nosso valor, e implica um dispêndio de tempo que infelizmente muitas vezes acaba por obrigar a relegar para segundo plano outros interesses.
Por isso eu sei que compreendem e ficam felizes quando eu digo que está tudo a correr muito bem. Faço o que gosto, onde gosto. Sinto-me no caminho da realização profissional e sempre com os olhos no horizonte.
E claro, espero sinceramente que com todos vocês também esteja tudo bem!

Sem mais demoras vamos à receita que foi adaptada (bastante adaptada) de um livro...mas não sei qual!

Esta é uma daquela que é uma bomba calórica e que infelizmente depois de comer o primeiro bocadinho é difícil parar...por isso a recomendação de cortar em pedaços pequenos.

INGREDIENTES:

- 200g de bolachas de chocolate trituradas.
- 100g de manteiga derretida.
- 4 colheres de sopa de coco ralado.
- 125g de manteiga cortada em cubinhos.
- 400ml de leite condensado.
- 80g de açúcar.
- 2 colheres de sopa de mel.
- 250g de chocolate negro.
- 2 colheres de sopa de óleo.


PREPARAÇÃO:

- Untar uma forma rectangular (aprox. 20cmX30cm) e forrar com papel vegetal, deixando de fora nas extremidades opostas dos lados mais compridos.
- Misturar as bolachas com o coco e a manteiga derretida, envolvendo bem ate que toda a bolacha tenha um aspecto húmido.
- Colocar na forma e pressionar alisando a superfície.
- Colocar no frigorífico 15 a 30 minutos.

- Numa panela colocar o leite condensado, o açúcar, o mel e a manteiga. Colocar em lume brando e mexer frequentemente durante cerca de 15 minutos até que o açúcar esteja totalmente dissolvido e a mistura esteja com um aspecto macio, ligeiramente espessa e com uma cor ligeiramente dourada.
- Retirar do calor e deixar arrefecer um pouco.
- Deitar esta mistura sobre a base de bolacha, espalhar bem e alisar a superfície. Bater um com suavidade com o fundo da forma é uma boa forma de conseguir um aspecto liso.
- Levar ao frigorífico um mínimo de 30 minutos.

- Entretanto, partam o chocolate em pedacinhos e derretam ( no microondas ou no fogão ). Quando derretido e bem macio retirem do calor e acrescentem as 2 colheres de óleo. Mexam bem mas com suavidade para não criar bolhas de ar.
- Espalhem a mistura na tarteira e alisem a superfície. Coloquem no frigorífico ate o chocolate solidificar.

- Quando o chocolate estiver solidificado, com a ajuda do papel vegetal retirem da forma. Marquem a superfície com um faca em formato de triângulos (ou como quiserem).
- Cortem, guardem no frigorífico e aproveitem (não deve dar para muito tempo).




Ate breve! Prometo!





quinta-feira, 11 de Abril de 2013

Bife de atum com ervilhas e molho de coco.

O meu jantar de hoje. Rápido e de lamber o prato no final.

INGREDIENTES:

- Bifes de atum.
- Ervilhas em lata.
- Vinho branco.
- Molho de soja.
- Gengibre em pò.
- Leite de coco.
- Mostarda.
- Sal.
- Pimenta.
- Noz Moscada.
- Um raminho de alecrim.
- Manteiga.

PREPARAÇÃO:

- Comecem por fazer uma marinada para os bifes com o vinho branco o molho de soja e uma colher de chá de gengibre. Coloquem os bifes na marinada e reservem pelo menos 2 horas no frigorífico. (Melhor se ficarem uma noite)

- Próximo da hora de confeccionar os bifes façam o molho:

- Deitem cerca de 200ml de vinho branco na frigideira. Juntem o alecrim, sal, pimenta, uma pitada de noz moscada e uma pitada de gengibre.
- Deixem levantar fervura, desliguem o lume e tapem durante 5 minutos.
- Retirem o alecrim e levem novamente ao lume até o vinho reduzir a metade.
- Juntem 100ml de leite de coco e uma colher de chá de mostarda.
- Deixem reduzir mexendo esporadicamente até o molho napear o fundo de uma colher.
- Desliguem o lume e Juntem uma noz de manteiga. Mexam bem e reservem.
- Noutra frigideira deitem um pouco de azeite e deixem aquecer.
- Tirem os bifes da marinada e sequem-nos. Coloquem-nos na frigideira e deixem ficar cerca de 1 minuto de cada lado. Apenas o suficiente para ganharem cor sem ficarem secos.
- Retirem do lume e reservem.
- Coloquem as ervilhas previamente escorridas na mesma frigideira e desliguem o lume.

Tudo pronto, é só empratar. Deliciem-se.


terça-feira, 9 de Abril de 2013

FINALMENTE...de volta! Com o bolo Santiago.

De volta! Finalmente digo eu (e espero que vocês também ).

Uma aberta no horário intenso ou então uma mais desenvolvida capacidade de organização de forma a poder dedicar-me a outras coisas de que também gosto para alem da enfermagem.

Regresso pois a estas andanças devagarinho. Aos poucos vou passando pelas vossas cozinhas, ver que novidades deliciosas andam por lá.

Falando um bocadinho destes meses, o trabalho é muito, mas é acima de tudo muito satisfatório! Era esta a área da enfermagem onde pensava trabalhar durante os 4 anos de curso? Não, não era, mas ainda bem que me foi proporcionada esta experiência. Gosto muito do que faço e principalmente gosto do local onde o faço!
Fui dos poucos que tive a sorte de começar imediatamente a trabalhar (convém dizer que a sorte também se constrói, pelo menos uma parte) e o meu local de trabalho, que pela intensidade me obriga a uma constante procura de novos conhecimentos para dar resposta as solicitações e a estar apto a intervir em situações menos esperadas faz com que me sinta realmente Enfermeiro.

Mas enfim, estou de volta!

Agora a receita!

Foi retirada do livro "The family meal" do Super,hiper, mega chef Ferran Adrià. (Sabem quem è, o dono e chef do restaurante "El Bulli" em Espanha, considerado o melhor do mundo durante vários anos e que agora fechou para ser transformado numa fundação)
È o único livro deste chef que tem receitas caseira. No fundo o objectivo é apresentar alguns dos pratos confeccionados para a refeição de família (nome dado à refeição confeccionada para os funcionários do restaurante.)

O livro apresenta varias receitas descritas ao pormenor (não fosse este livro do Ferran Adrià) muito simples e praticas onde de vez em quanto se insere um pormenor menos comum mas que não apresenta grande dificuldade.

Desde já informo que apesar do bolo ter um aspecto simples, foi dos melhores que comi até hoje!!! Nada seco e com um sabor...

Portanto... Santiago cake!

INGREDIENTES:

 - Manteiga (para barrar a forma)
 - Farinha (para polvilhar a forma)
 - 3 ovos.
 - Açúcar --- 150g
 - Amêndoas moídas ---150g (eu comprei inteiras e usei a Bimby, 4 ou 5 vezes no turbo e ficou perfeito)
 - Canela ---1/2 colher de chá
 - Limão --- Raspa de 1/2
 - Açúcar em pó (para polvilhar)


PREPARAÇÃO:

- Pré aqueçam o formo a 180º.
- Barrem a forma com a manteiga (fundo e lados) eu usei uma forma quadrada (a massa deve ficar depois de estar na forma com cerca de 1,5cm de altura)
- Polvilhem a forma com farinha.
- Coloquem papel vegetal no fundo da forma e reservem.

- Partam os ovos para uma taça e juntem o açúcar. Com uma batedeira eléctrica batam tudo até engrossar e ter um aspecto de espuma (aprox. 5 minutos).
- Misturem a canela com as amêndoas moídas .
- Ralem a casca (só o vidrado) de 1/2 limão e juntem também às amêndoas.
- Juntem a mistura das amêndoas à mistura dos ovos e açúcar e com o auxilio de uma espátula incorporem lentamente de forma a reter o máximo de ar possível na mistura.
- Despejem a mistura na forma.
- Levem ao forno durante 17 minutos ou até que esteja dourado e verifiquem que os lados do bolo se afastaram ligeiramente da forma (Pelo menos no meu forno os 17 minutos foram o tempo certo).
- Retirem do forno e deixem arrefecer na forma.
- Depois de frio tirem o bolo da forma, retirem o papel vegetal e cortem em porções.
- Polvilhem com açúcar em pó, sirvam e deliciem-se.





quinta-feira, 18 de Outubro de 2012

Quase, quase...

Desaparecido há já muito tempo, eu sei...Tenho estado a ser muito mais enfermeiro do que cozinheiro :) Mas não me esqueçam! As coisas estão a começar a estabilizar e eu estou a preparar o meu regresso.
Aguardem!

Ate muito em breve.

Abraços e beijos.

domingo, 12 de Fevereiro de 2012

Bolo de ananás

Bom, sabem como é, mais uma vez peço desculpa pela minha ausência tanto do meu blog como dos vossos.
Estive em estágio e não havia tempo para nada, felizmente os resultados foram compensadores por isso vale a pena e sei que vocês me perdoam.

Mas agora este terminou e aproveitei para vos vir apresentar um bolinho que eu fiz depois de ver e de me inspirar no novo programa do chefe especializado em comidas de rua Andy Bates no canal Food Network (Sim, porque apesar de não ter tempo para postar não desisti da cozinha.)

Assim, este bolinho de aspecto retro fica aqui para experimentarem se quiserem porque fica realmente bom, além disso é mesmo fácil de fazer.




INGREDIENTES:

- Mel
- Uma lata de ananás em calda.
- Algumas cerejas em calda.
- 170g de farinha com fermento.
- Uma colher de chá de fermento.
- 200g de açúcar.
- 200g de manteiga amolecida.
- 4 ovos ligeiramente batidos.

PREPARAÇÃO:

- Retirem o ananás da lata e reservem. Deitem a calda numa panela. Levem a lume médio a reduzir até ficar com uma consistência semelhante ao mél. Desliguem o lume e adicionem 2 C. sopa de mel, mexam bem para ligar, reservem até arrefecer.

Entretanto façam a massa:

- Peneirem a farinha e o fermento para uma taça. Juntem os restantes ingredientes e batam 2 ou 3 minutos ate  apresentar um aspecto suave e uniforme. Reservem.

MONTAGEM:

- Barrem com bastante manteiga uma taça de pirex.
- No fundo da taça coloquem o xarope de mel e ananás.
- Coloquem no fundo uma rodela de ananás e  vão montando as restantes na parede da taça.
- No centro de cada rodela de ananás coloquem uma cereja.
- Com cuidado deitem a massa na taça alisando a superfície no final.
- Levem ao forno pré-aquecido a 185ºC cerca de 50 minutos, até que um palito inserido no centro saia seco. Deixem repousar 10 minutos.
- Para retirar coloquem um prato grande sobre o pirex e virem o conjunto ao contrario. (É importante que tenham barrado bem com manteiga). Se alguma rodela não sair bem não se atrapalhem, simplesmente coloquem-na no sitio.

E está pronto!
Espero que gostem.

segunda-feira, 2 de Janeiro de 2012

Cabaz de Natal.

Pois, isto não é uma receita mas antes uma mostra de produtos verdadeiramente Gourmet.
Este é o conteúdo do cabaz de natal que a nossa querida Margarida do delicioso Blog Tachos versus Panelas  me enviou, e digam lá se eu não tenho mesmo muito sorte em ter uma amiga que me envias coisas deliciosas como estas?


Na foto estão:
- Um vinagre aromático com erva-doce e Canela.
- Um vinagre aromático com gengibre fresco, cebola e alho.
- Um azeite aromatizado com piri-piri, cravinho moído alho e noz moscada moída.
- Um azeite aromatizado com mostarda, cebola, alho e pau de canela.
- Um azeite aromatizado com manjerona, oregãos e outras ervas aromáticas.
- Um licor de pina-colada (Ananas e coco).
- Um licor 44.
- Um licor de whisky.
- Um saquinho cheio de chás deliciosos.

Como podem ver, só coisas boas (até o Bactérias gostou) que eu mal posso esperar para usar nas minhas receitas ( é que até as garrafas são o máximo) para dar um toque especial. Neste momento é só ideias à solta na minha cabeça, vou ter que as escrever para não me esquecer.
Fiquem atentos.

Muito obrigado Margarida!